Caixinha de som #4: uma playlist que mistura empolgação de ano novo, nostalgia de ano velho e emoção de verão

cdsom-4

Comecei o ano com muita música desconhecida que tocou demais nos meus fones de ouvido e nas minhas caixas de som. Mas como nem só de novidade a gente vive, tive dois grandes momentos de nostalgia: um que remete à minha adolescência e outro que me lembra a infância. Nos dois casos, acho que as músicas envelheceram bem e hoje podem ser consideradas cult, talvez? Fato é que as coisas parecem não pertencer à mesma playlist, mas o que é a vida se não um emaranhado de lembranças, sentimentos e histórias, não é mesmo?

Continuar lendo

Anúncios

Caixinha de som #1: musiquetas que ouvi a valer nos últimos tempos

caixinha-1

Vou fazer uma confissão: fazia muito tempo que eu não escutava música nova. São vários os motivos: 1. tinha preguiça de procurar coisas novas; 2. estava acomodada com as playlists genéricas que o Spotify proporciona; 3. tenho um gosto musical muito diferente do Marcelo; 4. gosto de ouvir YouTube enquanto lavo louça ou cozinho; 5. gosto de ouvir notícias enquanto dirijo. Dessa maneira, fazia quase dez anos que eu praticamente escutava as mesmas bandas e os mesmos discos. E a verdade é que eu tinha parado no tempo e ainda não tinha aprendido a tirar proveito das ferramentas das quais dispomos atualmente. Antes, para conhecer coisas novas, precisava entrar em fóruns, grupos de Orkut ou aceitar as recomendações do Last.fm. E mais antes disso, precisava – pasmem – conversar com as pessoas sobre. Ou pior ainda: acreditar em revistas ou testar CDs aleatórios em lojas que dispunham do serviço. E pensar que quando as coisas eram tão difíceis, minha gana de descobrir música nova era tão maior. Continuar lendo