Em busca do hambúrguer perfeito #6: Meats

meats 2

E lá vamos nós, nessa saga ingratíssima que é procurar o hambúrguer perfeito. O escolhido da vez foi o Meats, restaurante de Paulo Yoller que conquistou uma legião de fãs, mas também coleciona críticas mordazes da imprensa especializada. Depois do sucesso da casa em Pinheiros, bem próxima ao concorrente Z Deli, o Meats abriu uma filial no Jardins. E foi essa que fomos conhecer. Continuar lendo

Anúncios

Vídeo #3: receita de hambúrguer tex mex

E saiu a primeira receita em vídeo do blog! Escolhi fazer um hambúrguer diferente, e juntei elementos tex mex ao famigerado disco de carne. E deu tão certo, que seria um desperdício não deixar a receita por escrito também. A receita vai resumida porque o passo a passo já está bem explicadinho no vídeo! E, olha, aposto que você vai se divertir com as minhas trapalhadas. Vale a pena assistir! Aproveita e se inscreve no canal porque vem mais receita deliciosa por aí.

Continuar lendo

Meu fim de semana #9: Mercadão, Z Deli, Boardgames e Parque da Independência

Depois de um tempão, os vlogs voltaram! Nesse fim de semana prolongado, a gente aproveitou o tempo para os afazeres domésticos, mas conseguimos aproveitar bem a cidade, com direito a passeio pelo Mercado Municipal, cinema dentro e fora de casa, muitos board games, hambúrguer no Z Deli e otras cositas que você pode assistir agora no YouTube! É só clicar aí embaixo! 😉

Em busca do hambúrguer perfeito #5: bar.

bar 5

Um bar na Joaquim Antunes não é o tipo de lugar que costuma me atrair. Não sou público cativo e tendo a achar que quando não é para mim, eu também não sou para eles. Mas eis que o bar. (assim, com B minúsculo e ponto final) foi eleito o melhor hambúrguer por um site especializado no ano passado, desbancando queridinhos da galera. Eu achava bem estranho que esse site fosse o único a ter o tal hambúrguer não só nas primeiras posições, mas na primeira. E, apesar do ponteiro do meu desconfiômetro me dizer que o tal site teria algum interesse para falar tão bem de algo longe de ser unanimidade, decidi ver com os próprios olhos e comer com a própria boca. Continuar lendo

Meu fim de semana #6: avenida Paulista, hambúrguer caseiro, boteco, jogo de tabuleiro e Modern Family

fds 6-10

Depois de três semanas intensas de Mostra, voltemos à programação normal. Muitos fins de semana se passaram desde o último postado aqui, e como tem muito para colocar em dia, decidi selecionar os mais legais e com mais conteúdo. E, para comemorar a volta da série, eis que estou inaugurando meu canal do YouTube que existe há anos e não tem conteúdo nenhum. Eu adoro acompanhar vlogs, e decidi testar o formato. A vergonha é grande e eu ainda não sou cara de pau a ponto de incluir as gentes que passam pela minha vida nos vídeos, por isso vocês não vão ouvir a minha voz e nem ter acesso a tudo o que fiz no fim de semana que, no caso, foi o feriadão de 12 de Outubro. Com o tempo, melhora. Espero.

Continuar lendo

Em busca do hambúrguer perfeito #4: Fresto

fresto 1

Tem dia que o conforto do lar é tão convidativo que nem o desejo mais avassalador de comer bem faz a gente colocar os pés para fora. E mesmo sabendo que comida para viagem, talvez com exceção de pizza, não presta muito, decidimos testar os hambúrgueres do Fresto, aproveitando que já era um lugar que queríamos conhecer e estava disponível para o nosso endereço, num desses aplicativos de delivery. Hambúrgueres em casa, ao custo de meia dúzia de digitadas na tela do celular, é arriscado mas é tentador.  Continuar lendo

Meu fim de semana #2: pastel, veterinário novo, Parque da Independência, jogo de tabuleiro e hambúrguer

meu fds 2-1

Como a audiência do primeiro post sobre o meu fim de semana foi boa, fiquei empolgada para fazer o segundo, na semana passada, mas acabei me esquecendo de fotografar várias coisas e deixei para esse fim de semana.

Nesse sábado, tínhamos marcado veterinário da Nina, às 11h, e por isso tivemos que acordar cedo para fazer a feira. Às 9h, 9h30, a feira ainda é tranquila. A barraca de pastel não está caótica, tem uma oferta imensa de produtos lindos, mas quase tudo é mais caro. Eu acho que vale mais a pena chegar um pouco antes da xepa, lá pelas 11h, quando ainda há uma oferta de bons produtos e muita coisa já está mais barata. Tem que contar um pouco com a sorte, no entanto, porque pode ser que você não encontre mais um produto específico, ou que a feira esteja muito lotada, por exemplo. Continuar lendo