5 coisas para assistir se você adorou Making a Murderer

making a murderer 1

A segunda temporada de Making a Murderer, a docu-série da Netflix que conta a história real de Steven Avery, o homem que foi condenado por assassinato e inocentado 18 anos depois, deve estrear ainda esse ano, segundo declarações da própria Netflix. A data ainda é incerta, mas muito se especula sobre como seria essa segunda temporada. Há indícios de já exista material filmado e a espera se deve ao fato de os eventos ainda estarem se desenrolando. Enquanto essa temporada não chega, que tal assistir a séries e filmes que tenham a mesma temática investigativa? Das 5 indicações que faço hoje, 4 estão disponíveis na Netflix!

Continuar lendo

Anúncios

Precisamos falar sobre La La Land

la la land 1

Spoilers em frente. Siga por sua conta e risco.

É improvável que você não saiba do que trata La La Land, a essa altura do campeonato. O filme emplacou nos últimos meses, figurando entre os recordistas de indicações ao Oscar e Globo de Ouro e tendo uma ótima aceitação do público, de maneira geral. A temporada de êxitos termina no dia 26 desse mês, quando a premiação mais badalada do cinema entrega suas estatuetas. Considerando-se Globo de Ouro, SAG Awards e BAFTA, algumas vitórias são quase certas.

Minha história com La La Land, em poucas palavras: ouvi falar bem, vi fotos, soube do elenco e me empolguei, vi o trailer uma semana antes da estreia e me empolguei mais ainda, perdi a estreia, demorei três semanas para assistir ao filme e dei uma desanimada com comentários negativos, assisti esperando uma coisa e era outra, chorei, me emocionei forte, chorei mais ainda, saí do cinema abalada, sem saber que caminhão tinha me atingido, cheguei em casa e assisti de novo. E pelo menos quatro vezes mais depois disso, em menos de uma semana. Amei. Não achei perfeito, depois achei, agora não sei. Só sei que, no meu coração, ele recebe a nota máxima. Vou torcer no Oscar, vou cantar no Oscar e vou chorar no Oscar. Continuar lendo

Filmes do mês #23: um mês esquizofrênico

fdm-23-1

Sentei para fazer a lista de filmes de janeiro e fiquei chocada com a quantidade de filmes assistidos. Em dezembro também foram poucos filmes, e a verdade é que a vida anda corrida demais para filmes e estressante o suficiente para pedir coisas mais rápidas e leves. Assistimos a muitas séries nos últimos meses, e talvez seja uma boa ideia começar a falar mais sobre elas por aqui. O que acham? No meio tempo, sigo com a tradição e falo sobre os filmes que vi nas últimas semanas. Como vocês já viram pela imagem acima, foi um mês quase esquizofrênico. De um lado, filmes densos como Animais Noturnos e The Autopsy of Jane Doe. Do outro, comédias leves – rasas até, eu diria. E o veredito está aí embaixo, é só continuar lendo! Continuar lendo

Filmes do mês #22: poucos e bons

fdm-22

Dezembro foi mês de colocar a vida em ordem e, portanto, assisti a menos filmes que de costume. Mentira, assisti a um montão de séries, confesso. E todos os cinco filmes dessa lista foram vistos em 3 dias da semaninha de férias que tirei. Janeiro parece que não vai ser diferente porque tenho séries começadas para terminar e uma lista imensa de séries novas para começar. Mas também tenho todas as listas de melhores filmes do ano para honrar, então, veremos. A boa notícia é que não teve nenhum filme ruim! Recomendo todos os filmes dessa lista, ainda que alguns deles tenham problemas, sobre os quais falarei em seguida. Tem tudo no Popcorn, tá? Continuar lendo

Filmes do mês #21: maratona Harry Potter, terror coreano, a ficção científica do ano e a melhor comédia high school dos últimos tempos

fdm-21

Novembro foi um bom mês para os filmes, e dos catorze a que assisti, considerei apenas um ruim de doer. No cinema, vi a comentada ficção científica A Chegada e o relevante drama O Nascimento de uma Nação. Na Netflix, fiz bons achados, como a comédia high school DUFF: Você Conhece, Tem ou É. O Popcorn Time nos proporcionou o excelente terror coreano Invasão Zumbi e a mais nova animação da Pixar, Procurando Dory. E teve maratona Harry Potter, com os quatro últimos filmes da série, até então inéditos para mim. Pode acreditar.  Continuar lendo

Filmes do mês #20: animação para adultos, terror gore, documentário sobre crime e mais

fdm-20

Em outubro fiz a cobertura da Mostra (vocês podem ler minhas críticas aqui), e por isso não sobrou muito tempo para outros filmes. Foram nove filmes, dentre eles a animação escrachada e impiedosa Festa da Salsicha, o terror gore turco Baskin, o documentário da Netflix sobre a infame Amanda Knox, acusada e condenada por assassinato, o primeiro longa metragem de Tom Ford, Direito de Amar, um drama sobre um homem homossexual que lida com o preconceito nos anos 60, a revisão de uma comédia dramática de Alexander Payne – e um dos meus filmes favoritos -, Sideways e mais. Continuar lendo

Diário da Mostra: Dia 14 na 40a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

40-mostra-14

E 37 filmes depois, a Mostra chega ao fim, para mim. A Repescagem desse ano foi bem pior que a do ano passado, e meu último dia infelizmente me apresentou ao pior filme da Mostra. Mostra é assim, né, gente? E num misto de alívio e saudade antecipada, eu os deixo com as críticas de Gurumbé – Canções de Sua Memória Negra e Trem da Alegria – Arte, Futebol e Ofício.

Continuar lendo