O primeiro bom livro do ano: O Escolhido Foi Você

o escolhido foi você 1

Tenho lido pouco ultimamente, por isso estabeleci uma meta para esse ano: ler pelo menos dois livros por mês. Até agora, abril, cumpri, se for contar as duas HQs que li. O que tem me ajudado muito a ler mais são as viagens de ônibus que faço uma vez por semana, no dia do rodízio. Fazia muitos anos que eu não entrava em um ônibus municipal, e desde outubro do ano passado, desde que mudei para o meu emprego atual, voltei a usá-lo. Foi muito menos traumático do que eu imaginava e confesso que, se as viagens não fossem mais longas que as de carro, as chances de eu adotá-lo como meio de transporte oficial durante a semana cresceriam muito. O trânsito que pego diariamente é decisivo no cansaço que se acumula no fim do dia, e no ônibus, a leitura é relaxante e a sensação de que eu estou aproveitando o tempo que de outra maneira seria desperdiçado, gratificante. Continuar lendo

Anúncios