Favoritos do YouTube #4: dez mulheres incríveis

fdy-4

O YouTube está cheio de mulheres incríveis, e apesar de elas ocuparem todos os nichos da plataforma, do humor à culinária, passando por games e beleza, hoje listo dez mulheres que levantam bandeiras importantes, como o feminismo, por exemplo. Pode ser um bom compilado para começar a desconstruir aquele amigo machista, parente misógino, colega de trabalho racista, transfóbico, homofóbico ou gordofóbico. Mas é também uma seleção incrível para se informar, se inspirar e refletir sobre muitos assuntos.

JOUT JOUT PRAZER

Não tem como fazer uma lista dessas e não falar da Julia Tolezano, a Jout Jout do Jout Jout Prazer. Se você esteve hibernando nos últimos anos e não sabe quem é ela, não tem maneira melhor de conhecê-la que assistindo a seus vídeos. Julia passeia por diversos temas, incluindo empoderamento feminino, e não deixa o bom humor de lado, como nos musicais incríveis que saem de vez em quando, ou em vídeos aleatórios sensacionais como esse aqui. Vez ou outra faz colaborações em vídeos altamente informativos, como quando falou sobre HPV, HIV ou coletor menstrual (nesse ela falou sozinha mesmo), por exemplo. Mas para começar, assista ao seu vídeo mais famoso e provavelmente mais relevante até hoje:¼

GORDA DE BOA

A Jessica Tauane já era conhecida pelo Canal das Bee quando criou o Gorda de Boa. A intenção inicial era registrar a evolução da dieta e a mudança de hábitos a fim de emagrecer. Acabou que Jessica desistiu dos diários de dieta e passou a falar sobre gordofobia, conflitos e conquistas pessoais. Jessica já deu palestras pelo mundo sobre assuntos diversos (como a doença de pele que carrega, a hidradenite) e seu poder de comunicação não passa despercebido nos vídeos, tanto no seu canal próprio quanto no Canal das Bee. O vídeo que eu escolhi é bem descontraído e um dos mais engraçados que vi nos últimos tempos. Além disso, é uma boa maneira de conhecer a Jessica:

LOUIE PONTO

Em novembro do ano passado, um vídeo da Louie viralizou. Ela comentou o vídeo onde duas meninas “trollam” a mãe, inventando que uma delas é lésbica, e, em dois meses, seu canal pulou de 20 para 100 mil inscritos. Não é a toa. Os vlogs de Louie são bem roteirizados, bem filmados, bem editados. E os assuntos, além de relevantes, são abordados de maneira delicada (como a voz de Louie, que também faz vídeos musicais) e didática. Louie fala sobre vegetarianismo, bullying, visibilidade lésbica e gatos (sim, gatos). Depois de assistir ao vídeo que eu escolhi, aposto que vai dar vontade de assistir a todos os vídeos do canal, como aconteceu comigo. Vai fundo, porque é tudo bom pra caramba.

TÁ QUERIDA

A Luiza Junqueira, do Tá Querida, deve ser a mulher mais desconstruída que eu conheço, e só por isso ela deveria servir de exemplo pra todas as mulheres (e homens também). Mas como não basta ser desconstruído, é preciso ajudar a desconstruir o mundo, Luiza decidiu dividir suas ideias na internet e criou vídeos excelentes: sinceros, na lata e arrebatadores. Ela fala sobre gordofobia e auto-estima, mas também dá dicas de séries, música e faz receitas. Mas o vídeo mais visto do canal, e que eu recomendo aqui, é bastante polêmico e me pegou de surpresa, especialmente porque eu acho muito corajoso assumir essa postura e falar pra internet inteira ouvir. Comece por ele e tente manter a mente aberta. Vai valer a pena.

MANDY CANDY

A Amanda Guimarães, ou Mandy, do Mandy Candy, é uma mulher trans que adquiriu visibilidade enorme no YouTube relatando suas experiências pessoais, e embora seus vídeos tenham um estilo que não é o meu favorito, muito frenético e, às vezes, apelativo, é inegável a sua importância. Admiro muito a coragem da Amanda, de expor sua vida de maneira tão escancarada num mundo ainda tão preconceituoso. O primeiro vídeo do canal foi gravado de maneira bem precária, mas é importantíssimo. Talvez você queira começar por ele, mas se quiser algo mais recente, esse aqui conta um pouco sobre como foi o processo de redesignação sexual da Mandy:

PARA TUDO

Apesar de Lorelay Fox, do Para Tudo, ser apenas uma persona encarnada pelo Danilo, achei válido incluí-la nessa lista. Afinal, Lorelay é uma mulher poderosíssima e maravilhosa, e além dos tutoriais de maquiagem incríveis, ela fala sobre homofobia e sua carreira de drag queen. A visibilidade de uma drag no YouTube é importante, acima de tudo, por colocar em evidência uma minoria e minar preconceitos, e Lorelay faz isso como uma lady.

NUNCA TE PEDI NADA

Maíra Medeiros, do canal Nunca te Pedi Nada, fala com humor sobre banalidades, e uma seriedade muito leve sobre assuntos importantes como empoderamento feminino, por exemplo. Ela tem uma série semanal importantíssima que aponta, em cada vídeo, cinco mulheres incríveis de alguma área, lugar ou situação. Nesse, ela lista cinco meninas que tiveram seus feitos reconhecidos mundialmente antes de completar 18 anos de idade. Foi essa série, aliás, que me inspirou para fazer essa lista. Escolhi um vídeo super relevante e atual para vocês conhecerem o canal, mas se quiserem rir um pouco, essa colaboração com as meninas do DRelacionamentos está bem divertida.

ELLORA HAONNE

A Ellora Haonne tem só dezenove anos, mas muita desenvoltura para falar sobre assuntos tabu, como poliamor, virgindademasturbação e Tinder. Fico positivamente surpresa em como essa geração mais nova que a minha, que sabe lidar melhor com sexo e relacionamentos, ainda que eu ache que a minha geração também lidava bem (só não era tão explícito, digamos). Ellora fala bem e faz vídeos bem dinâmicos e, por vezes, engraçados. Esse que eu indico é informativo e divertido ao mesmo tempo.

AFROS E AFINS

A Nataly Neri, do Afros e Afins, representa, no YouTube, duas “minorias”: ela é mulher negra, e fala sobre preconceito, discriminação e suas consequências, de maneira bastante aprofundada. Ainda que sua realidade seja distinta da minha, é de inestimável importância que sua fala seja ouvida por todos. A empatia, afinal, é qualidade imprescindível para o mundo andar, e ela só pode vir da informação. Depois de assistir a esse vídeo que indico, veja as ótimas colaborações feitas para o YouTube Negro, quando youtubers negros, à convite do YouTube, foram colocados em evidência: estereótipos negros no trabalho, criação de filhos negros, estética e autoestima negra, relacionamentos e afetividade negra.

STEPHANIE NOELLE

A Stephanie Noelle, como muitas mulheres dessa lista, fala sobre questões feministas, como nesse vídeo e nesse aqui. Mas também faz sugestões de música excelentes, fala sobre livros, política e alimentação, sob uma ótica muito particular. Ela faz muitas colaborações com o Fotografando à Mesa, e o vídeo que eu indico é uma delas, onde Stephanie e Isabella falam sobre feminismo de um jeito reto e exato.

Anúncios

Um comentário sobre “Favoritos do YouTube #4: dez mulheres incríveis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s