Cardápio da semana #20: o melhor frango com batata doce, peixe com quinoa e ratatouille e sopa de beterraba

cds-20

Quem imaginou, um dia, que um prato de frango com batata doce poderia ser delicioso, ainda que saudável? Com o método de preparo certo, dá sim! Nessa receita, usei o peito de frango que ficou marinando mais ou menos do mesmo jeito que esse lombo aqui, e por isso ficou macio e suculento, ao contrário da maioria dos peitos de frango por aí. A batata doce virou purê com casca e tudo (menos trabalho e mais fibras) e eles ainda ganharam a companhia de uma couve flor assada com páprica e castanha do Pará. Hum! Depois, tem um clássico frânces: o ratatouille, apresentado de maneira linda, para acompanhar uma pescada com quinoa e aioli, um tipo de maionese de alho. Por fim, uma leve, cremosa e rica sopa de beterraba finalizada com iogurte. Vamos conferir as receitas?

Todas as receitas rendem 8 porções

PEITO DE FRANGO GRELHADO + PURÊ DE BATATA DOCE + COUVE FLOR ASSADA COM CASTANHA DO PARÁ

CDS 20-4

PEITO DE FRANGO GRELHADO

1,5kg de peitos de frango (aproximadamente 2 peitos) sem pele e desossados

1 colher (sopa) de azeite de oliva

1,5L de água

1/2 xícara (chá) de sal

1/2 xícara (chá) de açúcar demerara

Pimenta do reino a gosto

1/4 xícara (chá) de melado de cana

1/4 xícara (chá) de bourbon ou uísque

1 colher (sopa) de mostarda dijon

No dia anterior, faça a salmoura para deixar o frango imerso por pelo menos 24 horas. Esse processo vai salgá-lo e deixá-lo suculento e macio. Esse corte tem pouca gordura e normalmente fica seco, o que não vai acontecer nessa receita.

Para fazer a salmoura, leve ao fogo baixo a água, o sal, o açúcar e a pimenta até que o sal e o açúcar tenham se dissolvido completamente. Deixe amornar. Coloque o frango em um recipiente com tampa e cubra com a salmoura. Deixe na geladeira de 24 a 48 horas.

Antes de preparar o frango, comece o purê.

PURÊ DE BATATA DOCE

1,5kg de batatas doces com a casca e bem lavadas

1 xícara (chá) de leite

1 colher (sopa) de manteiga

3 dentes de alho picados

1 xícara (chá) de cebolinha picada

Sal, pimenta do reino, noz moscada e pimenta caiena a gosto

Corte as batatas grosseiramente e leve-as para cozinhar em uma panela com água o suficiente para cobri-las. Enquanto elas cozinham, prepare o frango.

Retire o frango da salmoura e descarte-a.

Sele os peitos de frango em uma frigideira com azeite. Coloque-os em uma assadeira e pincele-os com a mistura de melado, bourbon e mostarda. Leve ao forno preaquecido a 250 graus, de 10 a 15 minutos. Ele estará no ponto quando seu interior estiver branco, e não mais rosado. Cuidado para não passar e ressecar.

Enquanto o frango assa, faça a couve flor.

COUVE FLOR ASSADA COM CASTANHAS DO PARÁ E PÁPRICA

2 couve flor em floretes

2 colheres (sopa) de azeite

1 xícara (chá) de castanhas do Pará picadas grosseiramente

1 colher (sopa) de páprica defumada

Sal e pimenta do reino a gosto

Distribua os floretes de couve flor em uma assadeira, coloque o azeite, as castanhas, a páprica, sal e pimenta. Misture e leve ao forno junto com o frango por cerca de 15 minutos. Olhe de vez em quando, e se necessário, dê uma mexida. Ele estará pronto quando estiver al dente.

CDS 20-1

Frango e couve for no forno, é hora de finalizar o purê. Quando as batatas estiverem bem macias, escorra a água e amasse-as com casca mesmo. Vai dar uma cor bonita para o prato. Leve a manteiga para a mesma panela onde as cozinhou (quanto menos louça, melhor), e quando ela derreter, coloque o alho. Frite rapidamente sem deixar dourar, junte o leite e os temperos. Por último, junte a batata amassada e misture. Prove os temperos e ajuste. Coloque a cebolinha por último. Desligue o fogo.

CDS 20-2

Quando retirar o frango do forno, fatie-o com uma faca afiada. Para servir, regue o molho por cima do frango. Ele fica ótimo sem o molho também. Eu aproveitei que tinha sobrado da receita do lombo e estava congelado para complementar o prato, mas não é necessário. O frango já fica bem gostoso por si só!

CDS 20-3

PESCADA + QUINOA + RATATOUILLE + AIOLI

CDS 20-10

PESCADA

8 filés de pescada do sul ou pescada branca limpos (A pescada do sul é mais barata e de sabor muito semelhante.)

1 xícara (chá) de farinha de trigo

2 colheres (sopa) de manteiga

Suco de 1 limão taiti

Sal e pimenta do reino a gosto

Tempere o peixe com limão, sal e pimenta e deixe marinando na geladeira até a hora de fritar.

RATATOUILLE

2 abobrinhas

2 berinjelas

4 tomates

1 lata de tomate pelado

1 pimentão vermelho sem as sementes e cortado em cubinhos

3 colheres (sopa) de azeite de oliva

2 dentes de alho picados

Folhas de 1 ramo de tomilho

Sal e pimenta do reino

Depois de lavados, fatie as abobrinhas, as berinjelas e os tomates em rodelas de cerca de 2mm de espessura. Para isso, você deverá usar uma mandolina ou uma faca muito afiada. Eu usei a mandolina para as berinjelas e abobrinhas e a faca para os tomates. Dá um certo trabalho, mas a apresentação impressiona. Tradicionalmente, o ratatouille é feito com os legumes em cubos. Você pode usar esse corte também. Ou cortar as fatias mais grossas. Nesse caso, o tempo de cozimento vai aumentar. Fique atento.

CDS 20-5

Refogue o alho em uma colher de azeite e junte o pimentão. Quando ele estiver macio, junte os tomates pelados, tempere com sal e pimenta e cozinhe por cerca de 5 minutos. Liquidifique esse molho.

CDS 20-6

Arrume, em uma assadeira, o molho por baixo e os legumes intercalados como na foto. Jogue por cima folhinhas de tomilho, o restante do azeite, sal e pimenta. Reserve algumas folhas de tomilho para empratar. Cubra a assadeira com papel manteiga do tamanho da assadeira (não precisa fechar), apenas para evitar que os legumes ressequem. Leve ao forno preaquecido a 200 graus por cerca de 0 minutos. Ele estará pronto quando os legumes estiverem macios.

CDS 20-7

Enquanto o ratatouille assa, faça a quinoa.

QUINOA

1 1/2 xícara (chá) de quinoa

2 1/4 xícaras (chá) de água

1 colher (sopa) de azeite de oliva

2 dentes de alho picados

1/2 maço de salsinha picada

Sal e pimenta do reino a gosto

Lave bem a quinoa e leve para cozinhar em fogo alto. Quando a água “secar”, abaixe o fogo e deixe a panela semi-tampada. A quinoa deve ficar macia, então, se precisar, coloque um pouquinho de água a mais para continuar o cozimento.

Enquanto a quinoa cozinha, faça o aioli.

AIOLI

Para fazer o aioli é só seguir a receita da maionese que eu fiz para o coleslaw dessa receita aqui. Depois de pronta a maionese, junte um dente de alho muito bem picado e guarde na geladeira.

Agora, é hora de empanar e fritar o peixe. Passe pela farinha de trigo de maneira que os filés fiquem totalmente cobertos. Tire o excesso dando tapinhas de leve. Derreta metade da manteiga em uma frigideira grande, em fogo alto, e frite 4 filés de peixe. Se não couber, faça em mais etapas. Ele deve ficar cerca de dois minutos de cada lado, ou até que fique dourado. Depois, faça o mesmo com o restante dos filés.

CDS 20-9

Agora, só falta finalizar a quinoa.

Refogue o alho rapidamente no azeite, junte a quinoa cozida, a salsinha, o sal e a pimenta e desligue o fogo.

CDS 20-8

SOPA DE BETERRABA

CDS 10-13

2kg de beterrabas bem lavadas picadas em pedaços grandes (pode ser com a casca)

5 dentes de alho grosseiramente amassados

1 cebola picada em pedaços grandes

1 cenoura picada em pedaços grandes

1 talo de salsão picado em pedaços grandes (caule e folhas)

Água o suficiente para cobrir os legumes

3 ramos de tomilho

1 folha de louro

2 colheres (sopa) de azeite de oliva

1 colher (sopa) de páprica defumada

1 pitadinha de pimenta caiena

Sal e pimenta do reino a gosto

2 colheres (sopa) de aceto balsâmico

1 copo de iogurte integral ou desnatado

Azeite e folhinhas de tomilho para servir

Refogue a cebola no azeite em fogo médio até que ela esteja translúcida. Junte a cenoura e o salsão e doure levemente. Junte o alho e refogue até ficar fragrante, mas sem deixar dourar. Junte as beterrabas e cubra com água, apenas o suficiente para que todos os legumes estejam imersos. Tempere com sal, pimenta do reino, pimenta caiena, páprica, louro e tomilho. Tampe a panela e assim que ferver, diminua o fogo. Deixe cozinhando até que os legumes estejam bem macios, praticamente desmanchando ao toque de uma colher.

CDS 10-11CDS 10-12

Leve tudo para o liquidificador e bata com um pano de prato no lugar da tampa. Assim, você evita que o vapor cause acidentes. Se necessário, faça em etapas. Nunca encha o liquidificador demais. Se preferir, use um mixer. Com um mixer, a textura não vai ficar tão perfeita quanto com um liquidificador.

Retorne a sopa para a panela e aqueça. Prove para ajustar os sabores. A páprica e o aceto balsâmico fazem um contraponto à doçura natural da beterraba. Não deve falta sal, e um pouco de picância é bem vindo. A pimenta caiena é bem forte, então, tome cuidado.

Sirva com uma colherada de iogurte, um fio de azeite e folhinhas de tomilho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s