O brunch do Emiliano

emiliano 18

Esse post está APENAS um ano atrasado. O brunch em questão aconteceu no nosso segundo aniversário de casamento. Foi no Emiliano que comemoramos nosso casamento civil, há três anos atrás, e decidimos que o segundo aniversário era uma bom motivo para voltar. Escrevo esse post exatamente um dia antes do nosso terceiro aniversário, e por isso tenho tanta certeza que o atraso é de UM ANO. Mas esqueçamos os detalhes, a atemo-nos a falar do que importa: a comida.

Chequei no site do Emiliano e o menu do brunch mudou. Alguns itens ainda continuam no cardápio e alguns são bastante parecidos com o que era servido há um ano atrás. Para quem quiser, vou deixar o link do menu atual no final do post! O preço continua o mesmo: R$179 por pessoa + 12% de serviço. Pode parecer um pouco caro para um brunch, mas além de poder pedir todos os itens do cardápio (são 34 opções) quantas vezes quiser, todas as bebidas não alcoólicas e o espumante Mumm estão inclusos. Escolhemos o Emiliano para comemorar o casamento civil com nossa família porque queríamos poder estender a refeição por horas e horas a fio, sem pressa, e queríamos que todos tivessem muitas opções para comer e beber. E nessa comemoração de dois anos, era o que queríamos novamente: comer e beber muito e bem, sem pressa.

O espaço não é muito grande, por isso é recomendável fazer reserva com antecedência. A decoração do salão acompanha a do hotel: minimalista e nobre. O serviço é primoroso, como se espera de um hotel cinco estrelas.

emiliano 17

Depois de receber nossos menus personalizados, um toque singelo e que agrada muito, pudemos escolher entre itens de couvert, café da manhã tradicional, entradas, pratos principais e sobremesas. Optamos por provar todos os itens do couvert e começamos pelos pães:

emiliano 9

pães artesanais: baguete tipo francesa, pão de linhaça com suco de maçã, pão de pistache e castanha do Brasil

emiliano 10

manteiga

 

emiliano 11

azeite extra virgem

Apesar de mal se sentir a presença do pistache, da castanha do Brasil e do suco de maçã nos pães, estavam todos muito bem feitos e frescos. A manteiga e o azeite eram de excelente qualidade.

Seguimos com os outros itens do couvert:

emiliano 8

muffins de marmelada com queijo brie e rabanadas

emiliano 4

patê de mussarela de búfala com tomate seco

emiliano 1

terrine campagna com pão rústico e figos

emiliano 5

tomates cereja assados

emiliano 6

homus com pão sírio

emiliano 7

croqueta de cerveja e queijo

emiliano 2

ceviche

emiliano 3

sardinha “in saor alla beccafico”

Todos os itens estavam relativamente corretos, mas em geral achei tudo um pouco insosso. Faltava sal, talvez amor. Os muffins de marmelada com queijo brie eram macios e adocicados, mas mal pude sentir o queijo. O patê de mussarela de búfala com tomate seco, além de pouco inspirado, estava apenas ok. A terrine campagna com figos era saborosa, mas também lhe faltava um pouco de personalidade. Os tomates cereja assados podiam se beneficiar com mais sal, mas estavam no ponto certo. O homus era ok e eu, particularmente, faço um melhor. Às croquetas de cerveja e queijo , faltava o sabor da bebida. Ceviche e sardinhas estavam gostosos, mas também lhes faltava sal. Lembro-me de ter gostado mais dos itens do couvert na primeira vez que comi lá.

Entre os itens de café da manhã, poderíamos escolher quantos quiséssemos, mas achamos prudente não exagerar. O Marcelo foi de waffle com maple syrup e frutas e eu escolhi dois pratos: ovo beneditino, um favorito pessoal, e cuscuz de milho nordestino com queijo coalho.

emiliano 12

emiliano 13

emiliano 14

As porções vinham no tamanho ideal para que fosse possível experimentar vários pratos. Os três pratos estavam bem executados e gostosos.

As outras opções eram: ovos preparados à escolha, omelete de queijo de cabra e salada verde, croque monsieur ou croque madame e panqueca americana com maple syrup.

Para entrada, o Marcelo escolheu a salada de feijão fradinho e lulas e eu fui de gazpacho.

emiliano 15

emiliano 16

A salada era superior: bom tempero e lulas e feijão no ponto certo. O gazpacho não tinha defeitos graves, mas era suave demais para o meu paladar.

As outras opções eram: salada de couve com amêndoas, carpaccio de carne com molho de mostarda dijon, rúcula e grana padano e creme de brócolis com pedaços de grana padano.

Para prato principal, o Marcelo escolheu o galeto assado sobre o seu pirão e eu, o risoto de cogumelos.

emiliano 19emiliano 20

O galeto era suculento, macio e acompanhava, além do pirão, legumes e um ovo de codorna frito perfeito. Nada de espetacular, mas bem feito. O meu risoto também estava cozido corretamente, mas tinha sabores pouco pronunciados.

As outras opções eram: risoto de camarões e abobrinhas, tortelli de ricota e espinafre ao pomodoro, gnocchi de batatas com lascas de atum e ervilhas e stracotto bovino com polenta mantecata e mostarda dijon.

Escolhi, para a sobremesa, o tortino de amêndoas com grand marnier e sorvete de laranja. A massa era saborosa, o recheio, farto e doce na medida, e o sorvete, cremoso e fragrante.

emiliano 21

O Marcelo foi de mousse de framboesa, que acompanhava touilles crocantes e um molho de framboesas frescas ácido e saboroso. O mousse era aerado como deve ser e bastante cremoso.

emiliano 22

As outras opções de sobremesa eram: pudim de limão siciliano, verrine de chocolate branco, manga flambada e sorbet de manga e brownie de chocolate amargo com sorvete de amendoim.

Antes de receber os macarons, servido sempre ao fim da refeição, eles mandaram um bolinho de chocolate para homenagear nosso aniversário de casamento. Poucos restaurantes fazem isso, e eu fico tão lisonjeada quando acontece… Custa tão pouco perto da alegria que causa no cliente que eu acho que deveria ser uma prática comum. O bolo e os macarons, por sinal, estavam bem bons, além de lindos.

emiliano 23

emiliano 24

O veredicto é: a comida é correta, mas, em geral, não surpreende. Pelo contrário, há muitas falhas, especialmente no que diz respeito a tempero. Imagino que isso seja proposital. É a velha premissa de hotel, que precisa agradar a um número e variedade enorme de hóspedes, oriundos de lugares diversos, com costumes alimentares muito diferentes. A comida acaba sendo mediana para agradar medianamente a todos. Através do menu já é possível esperar algo pouco inspirado, ou comum, como em refeições no avião (mesmo na executiva ou primeira classe) ou em festas de casamento, por exemplo. A execução é, em geral, bastante correta, o que reforça minha suspeita de que a falta de tempero seja proposital. De qualquer maneira, o serviço e ambiente são excepcionais, e é muito difícil ainda encontrar lugares, no Brasil, que sirvam brunchs da maneira como devem ser servidos: com variedade, fartura, bebida alcoólica e por horas a fio. Acho que vale pela experiência, e não necessariamente pela comida. E, que fique bem claro: nada é ruim. Apenas não alcançam expectativas muito altas ou paladares muito exigentes. Continua sendo meu brunch favorito, mas se você tiver indicações de outros lugares por aqui, por favor, me diga nos comentários!

emiliano 25

emiliano 26

Menu atual

EMILIANO

Rua Oscar Freire, 384, Jardim Paulista

Tel: (11) 3069-4369

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s