Meu fim de semana #5: velhos amigos, novos amigos, boteco, churrasco e jogos de tabuleiro

IMG_1635-1

Há umas semanas atrás, pela primeira vez em muito tempo, tivemos pique de sair na sexta à noite. Era para encontrar amigos da época do colégio, que passei a ver com mais frequência nos últimos tempos, e escolhi um boteco perto de casa e perto do metrô, porque a galera vem de todos os cantos da cidade. Tenho feito esse exercício de redescobrir a cidade e descobrir mais o bairro e os arredores, e tem sido maravilhoso. Há uns meses, eu cogitava seriamente mudar de país, por vários motivos, um deles sendo o fato de não suportar mais morar em São Paulo, mas não me ver morando em nenhuma outra cidade brasileira. Eu almejava algo maior, mais organizado e mais civilizado. E por outros tantos motivos, passei a olhar mais para a cidade onde nasci e me criei, e que oferece tantas possibilidades que ficam em segundo plano quando a única coisa que conseguimos enxergar é o trânsito caótico, a eterna ameaça da violência urbana e a pressa. 

Esse boteco a que fomos na noite dessa sexta-feira, O Batidão, fica na rua Domingos de Morais, 1527, em frente ao metrô Vila Mariana, pertinho de casa. Apesar de termos passado por ele inúmeras vezes, foi a nossa primeira vez no bar, cujas mesas ocupam uma espaçosa ilha e onde não há espaço para pretensão alguma. Lá bebe-se cerveja de garrafa bem gelada e comem-se petiscos de boteco corretos (pedi torresmo e provolone à milanesa). O preço é bastante razoável e o atendimento, bom. É um ótimo lugar para passar horas bebendo com os amigos e não se preocupar com filas, garçons mal humorados e contas astronômicas. E é do lado de casa.

A conversa fluiu como poucas vezes acontece na vida. Há momentos em que tudo parece convergir para um mesmo ponto, ou para pontos vizinhos, e as ideias são bem recepcionadas, as risadas se auto-multiplicam e a esperança e alegria de viver são restauradas. Daqui a alguns anos, a minha vida terá tomado um rumo, se tudo der certo, e eu vou lembrar dessa noite como a ponto inicial. Sabe aquele momento nos filmes de viagem no tempo em que se deve retornar para o passado e mudar uma única coisa que deu origem ao presente que se conhece? Essa noite terá sido esse momento, só que ao contrário. Se tudo der certo.

fds 6-2

fds 6-3

fds 6-4

No sábado, acordamos cedo, passeamos com a Nina no Parque da Aclimação, fizemos feira e comemos pastel. As altas temperaturas me permitiram o pastel mas pediram uma substituição justa: caldo de cana por água de coco.

fds 6-5

fds 6-6

Passamos a tarde (e a noite, e um pedacinho da madrugada) na casa de um casal de amigos que teve o primeiro filho recentemente. Fazia quase dois anos que não nos víamos, apesar de o convívio nas redes sociais dizer o contrário. E essa história de ter amigo com filho é daquelas coisas que te faz sentir-se adulto de verdade. E para combinar com esse clima de adultice, fizemos coisas de gente grande, até a hora que o bebê mais sorridente do universo foi dormir. Depois de conversas profundas, caminhada para tomar sorvete no dia mais quente dos últimos tempos e brincadeiras com o menino-sorriso-lindo, decidimos ser menos adultos e jogamos um joguinho de tabuleiro dos mais legais que joguei ultimamente: Dungeon Petz.

fds 6-7

Eu não manjo de board game, apesar de já ter falado sobre alguns por aqui, mas para quem manja, esse jogo é um euro, o que significa que ele é bastante estratégico e depende muito pouco de sorte. Apesar da dificuldade, o jogo flui bem e a temática o torna mais, digamos, fofo. Nele, os jogadores são compradores e criadores de animais, e precisam fazer os investimentos certos para que eles cresçam saudáveis e felizes e possam ser vendidos por bons preços. É mais complicado do que parece, mas tão divertido quanto soa! As ilustrações são lindas e esteticamente, de forma geral, o jogo acerta. Depois teve a famigerada pizza, para coroar um dia diferente, divertido e muito quente.

fds 6-8

fds 6-9

No domingo, eu tinha planejado visitar meu pai. Tínhamos combinado fazer um churrasco e eu, que não sou boba, ia aproveitar a piscina. Ele cancelou de última hora, quando já estávamos fazendo as compras no mercado, porque tinha um compromisso do qual havia esquecido. Ele se sentiu super culpado, e liberou a casa para eu fazer churrasco com quem quisesse. E de quebra deixou um monte de coisas prontas em cima da mesa: salada, arroz e palitos de legumes para comer com molhinhos. Fiquei chateada, mas ele se redimiu com os cuidados que teve. Quando cheguei, ele havia deixado a churrasqueira semi-pronta e bloqueado os portões porque a Nina é pequena o suficiente para passar por eles e ir para a rua. Fora que não foi particularmente difícil conseguir companhia para essa tarde ensolarada de domingo, à beira da piscina, regada a cerveja e carne. A aderência à proposta feita no whatsapp foi um sucesso.

fds 6-10

Eu e o Marcelo pilotamos a churrasqueira, e como não temos familiaridade nenhuma com ela, saiu tudo ótimo, mas demorou que só. Ainda bem que tinha pão, vinagrete e bastante salada, que todos, incentivados pelo calor e pela fome, comeram até acabar.

fds 6-11

Teve violão, tocado pela pessoa que tem o maior e melhor repertório que eu conheço, teve cantoria nostálgica, teve muita bebida e comida, teve mergulho na piscina gelada e até jogo de cartas (e de tabuleiro), quando a noite já chegava e a churrasqueira reacendia para o segundo round. O joguinho de cartas chama-se Bang! e foi lançado no Brasil pela Grow. É um party game que vale o investimento, por ser simples, divertido, rápido e barato. E, como um baralho comum, não ocupa espaço nenhum. Nesse jogo, cada jogador recebe uma designação, como num jogo de Detetive, aquele onde se pisca para matar, sabem? A mecânica de Bang!, aliás, lembra muito a de Detetive (não confunda com o jogo de tabuleiro), o que faz com que as pessoas que não conhecem o jogo entendam rapidamente como ele funciona. O jogo de tabuleiro que jogamos foi o Concept, que foi sucesso de público.

fds 6-12

E já passava das onze quando voltávamos para casa, os três, cansados e felizes.

fds 6-13

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s