Concept: o meu mais novo jogo de tabuleiro favorito

concept 1

Dos jogos que temos em casa, apenas um é mais casual: Munchkin Cthulu. A partida não é tão longa, é bem divertido e, apesar de estratégico, não tem tantas regras e condições quanto os outros (Arkhan Horror, Mansions of Madness e Bioshock Infinite). Uma de suas limitações, no entanto, é o fato de ser ideal para no máximo 5 jogadores. Faltava um jogo casual, rápido, divertido e que pudéssemos jogar em dois ou vários, e o Concept parecia ideal.

Dia desses, fomos conhecer a Domain. Precisávamos de sleeves para um jogo, e demos de cara com ele, na versão brasileira lançada pela Galápagos, a um preço justo (R$ 140,00). A loja, por sinal, fica escondidinha na Rua Domingos de Morais (número 1881, sobreloja|), e, além de vender jogos e acessórios, oferece espaço para partidas.

concept 2

Basicamente, o Concept é um Imagem & Ação sem mímica, onde um jogador (ou time), precisa traduzir uma palavra, expressão ou título através dos conceitos disponíveis no tabuleiro para o outro adivinhar. Há três níveis de dificuldade, não há tempo para adivinhar a palavra, expressão ou título e o limite de jogadores é alto (2-12). É possível usar configurações diversas. Já jogamos em times, em dois e em grupo cada-um-por-si, onde cada jogador tinha a sua vez de escolher um conceito e todos os outros podiam, simultaneamente, tentar adivinhar. Funcionou bem de todas as formas.

As peças de plástico servem para marcar as dicas no tabuleiro. A interrogação verde marca o conceito principal, que pode ser complementado por cubos verdes. As interrogações preta, azul, vermelha e amarela e seus respectivos cubos podem marcar outros atributos ou conceitos relacionados ao conceito principal. Quem escolhe o conceito, dos nove que cada carta possui, ganha um ponto caso o outro jogador o adivinhe. Esse jogador, por sua vez, ganha dois pontos. Quando todos os tokens de pontos de vitória duplos terminarem, o jogo acaba e vence quem tiver mais pontos. Há, ainda, colinhas, para que os jogadores possam entender os vários significados que os símbolos e figuras no tabuleiro podem ter. Mas essas colas, como tudo nesse jogo, não servem como regras limitadoras. Pode-se usar as peças coloridas e os próprios conceitos no tabuleiro de forma muito livre. A única regra é não dar dicar verbais para que o outro jogador ou time adivinhe o conceito.

concept 4

É um tipo de jogo excelente para grupos pequenos ou grandes de amigos, para a família e gente de praticamente todas as idades (recomendado para crianças a partir de dez anos). Ele foi indicado e venceu diversos prêmios, e a arte de sua capa é lindíssima. O preço é até razoável, considerando-se que lá fora custa, em média, 30 dólares. Mas, para mim, a melhor parte é a adivinhação em si. Adoro testes desse tipo e sou super competitiva, mas ODEIO fazer mímica e sou péssima desenhista. Se você também tem essas limitações, é bem provável que vá adorar Concept tanto quanto eu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s