Filmes do mês #1

filmes de março

UNDER THE SKIN (SOB A PELE, 2013)

under the skin 1

Scarlett Johansson interpreta uma mulher misteriosa que atrai homens com seus dotes físicos para fins que, até quase o final do primeiro ato, são um mistério. Esse clima de mistério (e estranheza) permeiam todo o filme, e mesmo violento, de uma certa forma, há momentos de extrema delicadeza e sensibilidade, que emocionam ao mesmo tempo que causam certa repulsa. O roteiro e direção de Jonathan Glazer (o roteiro ele divide com dois outros roteiristas), do também ótimo Sexy Beast (2000), são corajosos e sólidos, como o trabalho de atuação de Scarlett Johansson. Nota 8,0

WHIPLASH (WHIPLASH: EM BUSCA DA PERFIÇÃO, 2014)

whiplash 1

Um estudante de música se dedica na bateria para ganhar o reconhecimento do professor, cujos métodos de ensiono são, no mínimo, questionáveis. Um dos melhores filmes que vi esse ano. Leia mais nesse postNota 8,5

THE FOURTH KIND (CONTATOS DE 4º GRAU, 2009)

the fourth kind 1

Uma psicoterapeuta, ao mesmo tempo que tenta lidar com a violenta morte do marido, trata pacientes cujo comportamento não consegue ser explicado nem com hipnose. Com uma premissa interessante, o filme decepciona por fazer mau uso dos recursos de um falso documentário. Não há explicação plausível para a escolha de dividir a tela e mostrar a mesma cena de duas formas, e a falta de uma história melhor, bem como uma condução fraca por parte da direção, tornam-no enfadonho e desprezível. Nota 3,0

GRAND PIANO (TOQUE DE MESTRE, 2013)

grand piano 1

Depois de assistir a Whiplash, fiquei curiosa em conhecer mais do trabalho do diretor Damien Chazelle. Esse Grand Piano não tem sua direção, apenas seu roteiro. A trama é interessante, mesmo que nada inovadora: um aclamado pianista, interpretado por Elijah Wood, depois de fracassar vergonhosamente numa apresentação, deixa os palcos. O filme começa na noite de seu retorno a eles. Além da tensão da volta, o pianista tem de lidar com ameaças de alguém na plateia durante a apresentação. Me lembrou muito o Phone Booth (Por um Fio, 2002), mas as ameaças não me convenceram. Não senti um crescimento considerável da tensão, e quando a motivação do vilão foi revelada, me decepcionei. A atuação de Elijah é boa e a direção é ok. Nota 6,0

SIN CITY – A DAME TO KILL FOR (SIN CITY: A DAMA FATAL, 2014)

sin city a dame to kill for 1

Nessa continuação, Nada de novo aqui. Frank Miller e Robert Rodriguez repetem a parceria de 2005, sem inovações. As histórias são menos interessantes que no primeiro filme e o uso de cor em contraste com os predominantes preto e branco parecem aleatórias. Dispensável. Nota 4,0

13 SINS (2014) 

13 sins 1

Assim como os dois próximos filmes da lista, fui levada a assistir a 13 Sins, do qual eu nunca havia ouvido falar, depois de assistir a um vídeo no canal do Tiago Belotti, no YouTube. Apesar de não concordar sempre com ele, gosto bastante do formato dos vídeos. Recomendo. Quanto ao filme, a premissa é interessante, mas subaproveitada: um homem recebe um telefonema com a sugestão de participar de um jogo que poderá deixá-lo milionário, e para isso ele terá que cumprir 13 desafios. Inocentes no início, os desafios passam a se tornar imorais, perigosos e criminosos. Apesar do jeitão de filme B, e de alguns problemas de roteiro e direção, diverte. Nota 5,0

BLUE RUIN (2013)

blue ruin 1

Um homem prepara-se para a soltura do assassino responsável pela morte de seus pais, anos atrás, quando ele era ainda uma criança. Aos poucos, suas intenções são reveladas. Bem dirigido, o filme tem um bom roteiro e se mantem interessante, tenso e enigmático do início ao fim. A economia de personagens e diálogos é acertada e torna a jornada imprevisível, bem como dá ao protagonista a importância devida.  Nota 7,5

THE SACRAMENT (2013)

the sacrament 1

A premissa é boa, mas o filme é mal realizado: um homem vai visitar sua irmã numa comunidade autossustentável, e leva consigo um cinegrafista e um repórter, a fim de conhecer esse lugar misterioso. A comunidade, liderada por um homem religioso, aparentemente vive em harmonia, de forma exemplar, até. Mas aos poucos, vários problemas vão sendo revelados. O uso das câmeras, no contexto de falso documentário, não se justifica em muitos momentos, o que causa um grande incômodo. Há bons personagens e a apresentação é boa, mas há um problema sério, na segunda metade do filme, quando certos acontecimentos parecem forçados e cuja conclusão se estende por muito mais tempo que deveria. Nota 5,5

FARGO (1996)

fargo 1

Para quem nunca viu, trata-se da história de um homem que decide tramar o sequestro da própria esposa a fim de arrancar dinheiro do sogro. O plano parece infalível, mas um imprevisto atrás do outro passam a torná-lo perigoso. Uma revisão agradável. Perdi as contas de quantas vezes assisti a esse que é um dos meus filmes favoritos dos irmãos Coen, e toda revisão é muito boa. Os personagens são excelentes, especialmente Marge (Frances McDormand) e Carl (Steve Buscemi), e as ótimas atuações fazem jus ao bom roteiro, arrancando do espectador suspiros de surpresa e risadas constrangidas. Nota 9,0

THE JUDGE (O JUIZ, 2014)

the judge 1

Eu não sabia o que esperar de The Judge, somente uma atuação brilhante de Robert Duvall. Gosto de assistir a filmes dessa maneira, sem saber nada, nem sobre a história. E me surpreendi positivamente, por isso nem vou falar do que se trata. Ao invés de apenas um drama de tribunal, encontrei um filme que trata dos bons e velhos conflitos familiares, mas também é um drama de tribunal. Encontrei um Robert Duvall que, apesar do reconhecimento, ainda assim conseguiu superar minhas expectativas. Encontrei personagens bons o suficiente para tirar a aura de Robert Downey Jr. De Robert Downey Jr. E, apesar da aparente previsibilidade do roteiro, o filme conseguiu me emocionar. Nota 7,5

KINGSMAN: THE SECRET SERVICE (KINGSMAN: SERVIÇO SECRETO, 2014)

kingsman 1

Um dos melhores filmes de ação dos últimos tempos. Falei sobre esse filme nesse postNota 8,0

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s